terça-feira , 12 dezembro 2017
Home / /

A Maldição do Primeiro Conjure

Uma análise mais ou menos engraçada do que você não sabe do Conjure

51Fl-JwQLALHenri Gamache em seu livro “Master Book of Candle Burning” diz que o primeiro humano conjure foi Moises do Egito. Provavelmente por seus feitos contados na bíblia do cristianismo (que muito influenciou o Vodou do Haiti, antes desse ir para a América e lá nascer o Hoodoo).

Mas Henri Gamache também diz que antes de Moises do Egito, o primeiro Conjure foi Deus (o todo poderoso, criador de tudo o que conhecemos – também segundo a bíblia dos cristãos)

Deus havia criando o Céus e a terra – e tudo aquilo descrito na bíblia em gêneses. Foi necessário dividir a bíblia em duas partes, chamados de velho e novo testamento.

Testamento porque ele lega tudo o que foi feito para as pessoas futuras, ele atesta tudo o que foi feito. Dizem que o Gêneses foi escrito por Moises do Egito – muita coincidência não?!

No Velho testamento, Deus era o Bem e o Mal, ou melhor tudo dependia da vontade dele, e ele se atinha apenas a cuidar da vida alheia – é nesse ponto que realmente concordo que Deus criou o homem sua imagem e semelhança.

Deus naquela época e segundo a bíblia, não podia acordar de mal humor (qualidade bem humana), e se isso acontecesse, lá se ia uma cidade destruída, um homem era engolido por uma baleia… mas era com as mulheres que Deus tinha uma certa rincha digamos assim.

Você lembra que Deus criou o Jardim Maravilhoso do Eden? E no meio dele colocou uma arvore de frutas proibidas? Bom, ao meu ver se ele colocou lá, era porque sabia que iria acontecer algo, talvez ele tenha colocado para as coisas ficarem mais interessantes ou só pra dar razão a ideia de que as mulheres são curiosas, que logo se confirma quando Deus fala pra aquela outra mulher lá no futuro a mulher de Ló, “Não olhe pra trás, porque se você olhar vai vai  virar uma estátua de pedra” (é até meio engraçado isso de “Não faça…” porque a pessoa vai querer fazer; o outro detalhe desse “Não faça” é que sempre tem alguém vigiando para ver se a pessoa realmente não vai fazer) – dito e feito, ela olhou virou pedra, de sal ainda, porque nada cresce onde tem concentração de sal (por isso que é usado como um cúrio de purificação).

Mas não acaba por aqui, ainda temos o novo testamento.

É muito contraditório ter um Deus ou adorar um Deus que é muito ruim e muito bom ao mesmo tempo, claro que o Deus do Velho Testamento não é só ódio, ele é outras coisas mas não é esse amor todo que “pregam” por ai.

Então Deus foi dividido.

Ele no novo testamento é Deus mesmo, é bom, poderoso e tals… e existe o Diabo.

O papel de Deus no Novo testamento embora seja de muito bom, nem assim conseguiu fugir do osso do oficio, porque embora agora houvesse o Diabo para fazer as coisas ruins, Deus ainda conseguia fazer coisas piores, como por exemplo: Jogar o filho dele num pedaço de pau.

Mas a primeira maldição do primeiro Conjure (Deus), caiu em cima de sua própria criação: Adão (Adam) – o homem feito do barro vermelho da ignorância, de onde muitos outros homens descendem.

Ao desobedecer Deus – o criador – e comer a fruta da arvore proibida, por intermédio de sua mulher, que foi visto por Deus como um símbolo de “pensar por si mesmo” e que naquela época era proibidíssimo, Deus usou as qualidades mais preciosas de um Conjure: o Verbo ou seja, sua fala, porque o maior poder do Conjure está em sua voz.

Então insatisfeito com a desobediência, Deus disse:

“Maldita seja a terra… por tua causa ela te produzira abrolhos e produzira espinhos, para sempre… até que voltes a terra da qual foste tirado, porque es pó e ao pó retornaras.”

Colocando um baita Jinx em cima de Adão, e por ele (Deus) ser o todo poderoso, nenhum de nós, sejamos Conjures, Rootworkers, com todos os banhos, ervas, óleos ou mesmo se lavássemos o chão de todo o Éden removeríamos…

Talvez naquela época não existisse aquela erva “Jaborandi” (Pilocarpus microphyllus) que desata nós, faz as barreiras espirituais cederem, desfaz demandas…, nem oração para Maria desatadora de nós, porque faria um bem danado a “Adam”.

5872981602_82d9d50c20_z

Naquele tempo, as coisas eram bem diferentes de Hoje, porque naquele tempo, essas práticas não eram brincadeiras, e também não eram feitas por qualquer um.

Espero que você tenha se divertido com o texto, tentei da forma mais bem humorada possível transmitir de uma forma legal o que é uma maldição e de onde vem a origem dela.

Escrito por Kefron Primeiro. 

Nota:
Quero agradecer ao Luiz por ter me passado informações sobre a Erva Jaborandi

Compartilhe essa publicação com seus amigos...

Comentarios

Comente...

Veja também

Um caixa para aprisionar a Sorte, o Dinheiro e a Prosperidade

Nós praticantes de Hoodoo, somos conhecidos por sermos cheios de segredos, nossas formulas são secretas, …

Deixe uma resposta

Compartilhe!!!
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.