quinta-feira , 22 junho 2017
Home / Bruxaria /

Nome magicovocê tem um provavelmente, mesmo que ninguém saiba

Nome magicovocê tem um provavelmente, mesmo que ninguém saiba

Ishtar

Qual seu nome mágico? Você acha certo trocar o nome civil por um nome magico-religioso? Quais os fundamentos para trocar de nome, ou porque trocar de nome? Nomes de deuses, nome de lugares… quais são as complicações e as implicações…
Vamos conversar sobre isso, porque é um assunto interessante.

Durante os últimos anos eu tive alguns nomes mágicos, nomes com os quais eu me identificava, que tinham e ressonavam uma certam energia que era um tanto peculiar e necessária para o momento em que eu vivia… por um tempo usei o nome “Ishiaro”, ele era um nome que nasceu da união dos nomes de “Isis Ishtar e Osiris”, Ishtar significa estrela, uma deusa babilônica, dita a “Luz do Mundo”, uma deusa que abre seu ventre, doa a vida, a que lidera exércitos e perdoa pecados (erros). Usei esse nome para escrever para algumas revistas, blogs… usei esse nome durante uma época muito difícil de minha vida, afinal, é por isso que mudamos de nomes, né? Porque apenas nós sabemos o que passamos em nossas vidas – alguns nomes tem o poder de curar, transformar, renovar.
Mas a propriedade de um nome vai muito mais além disso, o papel de um nome magico é na realidade para trazer harmonia para a pessoa, para equilibra-la. Um nome Magico tem a função de modificar quem o usa, e geralmente ele esta ligado a natureza da pessoa.
Grupos de bruxas, geralmente dão um novo nome a nova bruxa que nasce em seu meio, isso é, após a sua iniciação. Esse nome é usado dentro do circulo ao qual ela pertence e dificilmente é conhecido pelas pessoas comuns. A nova bruxa adota também um nome publico, aquele ao qual ela irá usar para seus trabalhos externos, será a identificação dela, o que mostra o comprometimento dela com a causa ao qual ela aderiu para viver.
Nomes mágicos refletem o comprometimento espiritual de uma pessoa com uma causa, assim, muitos nomes mágicos são realmente indicativos do seu caminho, para onde elas querem ir ou onde elas querem chegar.
Tenho observado nos últimos anos que muitas pessoas tem adotado nomes de divindades, deuses e outros seres espirituais… ouso dizer que isso é muito perigoso, uma vez que um nome contem grande poder evocativo, e usado de forma errônea passa a ser visto (e sentido pela divindade) como uma blasfêmia… dotando a pessoa que o usa de uma forte carga energética negativa – o que atrapalha drasticamente seu trilhar ou busca espiritual -, toda via, nomes de Deuses e outros seres devem ser sempre evitados, para manter a harmonia entre o cultuador e a figura central do culto (a divindade).

Allah

Nem todos os nomes devem ser pronunciados, ou ditos, exemplo disso vem do Islã, Allá, possui cem nomes, mas apenas noventa e nove deles é conhecido, o centésimo nome apenas o camelo sabe, por isso o camelo carrega uma carrega de desdém, e arrogância.
Quando um nome é pronunciado, ele vibra uma força, ele emite essa vibração para o mundo, que reflete de volta em quem o pronunciou, os nomes em si enceram poder, nomes são como invólucros espirituais, que quando pronunciados, se abrem, ao pronunciar um nome, você chama… e quando você chama, você é atendido.
Nomes não podem ser dados a qualquer pessoa, desde a antiguidade, uma regra não escrita diz que se uma Bruxa possui o nome de alguém, ela pode infligir danos ou bênçãos a essa pessoa… porque no nome contem o destino de uma pessoa. Aqui voltamos ao começo do texto, sobre o porque das bruxas mudarem seus nomes ao se iniciarem em um grupo, ou ao trilharem um novo caminho, ou a criarem um novo projeto… porque o nome influi no futuro desta.
Segundo a numerologia, quando estamos passando por momentos ruins, fazemos a analise do nosso nome, e retiramos uma letra ou acrescentamos uma letra, o que modifica drasticamente o destino de quem usa o nome.
Quando nascemos ganhamos um nome, ele é muito importante. Na nossa sociedade, geralmente os nomes que ganhamos são de Santos, isso porque de uma forma espiritual, somos colocados aos cuidados daquele santo, então passamos por um batismo, e ele (o santo), se torna nosso primeiro padrinho espiritual – o que guia nossos passos, as vezes por toda vida, as vezes até o momento de encontrarmos outros padrinhos.
É importante ter calma e cuidado ao se escolher o nome magico, pois ele irá mudar a sua sorte e seu destino, ele irá falar sobre você, sobre o que você poderá vir a ser – o seu novo nome magico irá te nutrir de bênçãos ao maldições – por isso da importância de analisa-lo, e claro, meditar muito sobre… não escolha qualquer nome apenas para ter um nome, nem pense em algo definitivo.
Por fim, escolha um nome que te faça bem, mesmo que não tenha uma boa sonoridade, mesmo que não seja bonito, mas que fale sobre seu caminho espiritual. Afinal, se um nome se apresentar para você, é porque apenas você pode ser dele e ele só poderá ser seu.
Kefron, é um nome que vem da pirâmide do Egito Quefrén, quem mais além de mim poderia ser Kefron… ninguém seria um Kefron tão bom quanto eu… o mesmo é valido para o seu nome, ou para o seu futuro nome… ninguém poderá ser tão bom para seu novo nome como você, e ninguém desempenhará o papel que apenas você é capaz de desempenhar.
Sobre seu futuro nome, pense bem sobre ele… e que ele te faça muito feliz e te traga muita sorte.

Por Kefron Primeiro

Compartilhe essa publicação com seus amigos...

Comentarios

Comente...

Veja também

Um Esbá para Hécate

Ganhei esse ritual a algum tempo atrás, deixo de herança para vocês… copie para o …

Deixe uma resposta

Compartilhe!!!
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.